Date: July 8th 2010

Calçados masculinos oferecem mais conforto e saúde para os pés

Felizmente, para os homens, há muitas novidades no mercado de calçados. Usar sapatos elegantes para ocasiões especiais ou para integrar um traje passeio ou social completo com terno e gravata no dia a dia de trabalho já não significa ter que enfrentar sapatos duros e desconfortáveis. As lojas estão repletas de modelos com novas tecnologias que oferecem ao consumidor sapatos macios, com modelos específicos para calçar bem em vários tipos de pés e com solados de material sintético flexível, com aparência bastante semelhante à do couro legítimo – igualmente bonitos e chiques. Manter a classe, portanto, não requer sacrifício. Sorte dos pés, que ganham muito em saúde e conforto. Como o Dia dos Pais está chegando e sapato é sempre um bom presente, seguem algumas dicas para uma boa escolha.

Se o dia a dia do pai profissional exige elegância, o tênis, por mais confortável que seja, está naturalmente fora de cogitação. Mas há opções de sapatos que já contemplam a tecnologia adotada em tênis, como amortecimento com sistema de ar, reforços acolchoados no contraforte, solados com recursos anatômicos ou palmilhas anti-impacto. E o visual não deixa nada a desejar: as linhas são de um calçado social.

A saúde dos pés deve estar sempre em primeiro lugar. O pé é uma máquina perfeita de sustentação do corpo, fundamental para promover a mobilidade das pessoas, e o calçado pode afetar, positiva ou negativamente, a saúde e a performance de cada um. Por isso, é importante fazer a escolha correta e evitar bolhas, calos, ou até um esporão calcâneo. A maneira de pisar e o tipo de calçado influenciam tanto no funcionamento quanto no formato dos pés. Muita gente sente dor na sola do pé ou dor no calcanhar — resultado do uso de um calçado inadequado ou da maneira de andar incorreta. Ao entrar em contato com o solo, os pés agem no controle de postura, equilíbrio, apoio, impulsão, absorção de impactos e distribuição do peso corpóreo. O uso contínuo de um calçado inadequado pode gerar até uma fascite plantar, ou seja, uma inflamação na sola do pé.

A anatomia do pé tem uma estrutura complicada – envolve um conjunto de ossos, juntas, articulações, ligamentos, músculos e tendões, que permite uma enorme série de movimentos. Embora a anatomia seja a mesma, há diferenças de formação. Há pessoas com pés normais, supinados (cavos) ou pronados (chatos) e o mercado dispõe de modelos de sapatos, principalmente de tênis, que são apropriados para cada caso. Tênis ou sapatos não têm a função de corrigir problemas ortopédicos, mas podem adaptar o pé para que o passo fique correto, ou seja, para amenizar as falhas da pisada. Palmilhas também são eficazes em muitos casos. Na pisada supinada, a pessoa confere maior peso ao lado externo (pés com muita cava). Na pronada, o peso do corpo está concentrado na parte lateral-interna. Na pisada neutra, característica das pessoas com pés normais, o peso do corpo é distribuído  mais uniformemente nos pés.

Calçados macios em toda sua extensão, principalmente na parte lateral do calcanhar, são indicados para quem tem a pisada supinada. Pessoas com os pés pronados devem contar com reforço na parte interna do calcanhar. As pessoas com  pé chato tendem a desenvolver processos inflamatórios como tendinites — por isso o melhor é usar sapatos fechados e bem firmes nos pés, com saltos um pouco mais altos que ajudam a curvatura.

Em todos os casos, é importante observar para que o calçado não fique curto demais, comprimindo o pé, ou folgado demais na frente, no peito dos pés, atrás e dos lados, deixando uma folga maior do que a necessária para os dedos ou deixando o pé solto, o que pode causar bolhas ou calos. A folga ideal na frente é de no máximo um centímetro entre o dedão e a ponta (bico) do sapato, permitindo a movimentação dos dedos. Solados de borracha com ranhuras são mais recomendados por evitar escorregões. Os sapatos fechados costumam acomodar melhor os pés. Fivelas e cadarços ajudam a manter o sapato preso aos pés. Nem sempre o elástico é uma boa alternativa, uma vez que pode prejudicar a circulação sanguínea.

Os calçados com amortecedores ajudam a absorver o impacto do peso do corpo em movimento sobre os pés. Eles aliviam a carga que as articulações dos pés e dos joelhos, principalmente, recebem. São responsáveis por evitar problemas, como uma fratura por estresse ou mesmo artroses na região entre a coluna vertebral e a bacia. Flexibilidade da sola, material macio, bico amplo e salto em torno de três centímetros são características básicas de um sapato “saudável”.

Desconforto ou dores articulares ao caminhar, especialmente nos pés e nos joelhos, são sintomas de que algo anda errado. O ideal para tirar a prova dos nove sobre o tipo de pisada é fazer a baropodometria, um exame simples que mapeia a distribuição da carga na sola do pé enquanto a pessoa caminha.

Se você tem planos de comprar um sapato para dar de presente no Dia dos Pais (8 de agosto), observe todos os detalhes e certifique-se que poderá trocá-lo caso seja necessário. Comprar sapatos ecológicos, fabricados com materiais sintéticos amigáveis ao meio ambiente, é uma dica que dou em prol da saúde do planeta. E isto também é cuidar da saúde das pessoas.

Fabio Ravaglia

Médico ortopedista e presidente, desde 2005, do Instituto Ortopedia & Saúde (IOS) – organização não governamental que tem a missão de difundir informações sobre saúde e prevenção a doenças, principalmente aquelas associadas à terceira idade, e que organiza o Projeto Cidadania – Caminhadas com Segurança, evento mensal que incentiva a atividade física e conta com uma feira de saúde aberta à população para a realização de exames gratuitos. O dr. Fabio Ravaglia é membro do corpo clínico externo dos hospitais Albert Einstein, Oswaldo Cruz, Sírio Libanês e Santa Catarina; membro emérito da Academia de Medicina de São Paulo (cadeira 118, patrono Ernesto de Souza Campos) membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT; e diretor-presidente da Arthros Clínica Ortopédica.

O dr. Fabio Ravaglia é graduado pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) com residência médica no Hospital do Servidor Público Estadual, especialização em coluna vertebral pelo Instituto Arnaldo Vieira de Carvalho (Santa Casa de Misericórdia de São Paulo) e mestre em cirurgia pela Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp. Foi o primeiro brasileiro aceito pelo programa do Royal College of Surgeons of England. Atuou como cirurgião ortopédico em hospitais ligados à Universidade de Bristol e fez especialização em cirurgia na Alemanha.

www.ortopediaesaude.org.br

www.osso.org.br

___________________

Printec Comunicação

www.printeccomunicacao.com.br

Eleni Rocha eleni.rocha@printeccomunicacao.com.br

Vanessa Godoy vanessa.godoy@printeccomunicacao.com.br

Tel: (11) 5182-1806


Mailing List Powered by Dada Mail

<< Previous: Novo vice-diretor da FEA-USP

| Archive Index |

Next: PROGRAMA ENTRELINHAS, DA TV CULTURA, DESTACA MOVIMENTO PELA LITERATURA DE ENTRETENIMENTO >>

(archive rss , atom )

this list's archives:


Lista de jornalistas

Subscribe/Unsubscribe on Printec Comunicaçăo

* Required



Powered by Dada Mail 3.0.4 Stable
Copyright © 1999-2008, Simoni Creative.